wrapper

Plantão

O Luzilândia.net recebeu denuncia da população da cidade, que manhã desta quarta-feira, dia 07 de março, uma "enquente" que estaria sendo realizada em um perfil de uma rede social, que seria de propriedade do prefeito Caçambeiro, seria na verdade uma grande fraude. "Uma verdadeira anarquia" foi como restou classificada, ainda nas primeiras horas que foi colocada no ar e desastrada enquete, por conta de vídeos divulgados por funcionários da Prefeitura de Luzilândia ensinando como fraudar o sistema de computagem de votos por eles mesmo criado.

O exemplo mais evidente da imoralidade veio de uma própria suposta servidora do povo, que não teve o nome revelado, onde a mesma, oriantada provalmente por outros parceiros servidores da prefeitura, dá uma verdadeira aula de como fraudar a enquete onde o voto de uma única pessoa pode ser registrado diversas em predileção de um ou outro nome. A suposta "ordem" para que se votasse em determinado teria sido determinada pela própria adiministação que teria, eventualmente, orientado o resultado e obrigado seus funcionários a burlar o sistema oficiosa e, de forma descarada e imoral, priviliegiar candidados ao "Troféu Ciades Alves", como forma de homenagear bloqueiros e radialista da cidade de Luzilândia nesta semana de aniversário.

Áudio demonstra revolta e perplexidade do homem do povo com fraude na enquete e sua situação de enganado.


E a farça não durou muito tempo. A população logo desconfiou que teria gente participando da predileção orientada que seria do próprio corpo de servidores da prefeitura e, ainda haveria omissão dos maiores e mais robustos portais da internet. A farça teria ficado mais evidenciado com o início da circulação de diversos áudios que determinaram a revolta das pessoas em mais uma suposta "falcatrua" produzida pela Prefeitura de Luzilândia, notadamente na atual gestão, que a cada dia se supera em escândalos diários que envolvem condutas das mais assombrosas.


As gravaçãos e as provas apresentadas pela população ao Luzilândia.net só revela o que o nosso veículo de comunicação denuncia desde o primeiro momento da execucação desse plano política de cabar com nossa cidade. Para tanto, a incopetência desativa não mede esforços para que nossa cidade seja ridicularizada. Onde a inteligência de nosso povo seja aviltada e as condutas públicas sejam banalizadas ao ponto de se chegar a níveis que ofende qualquer "moleque" minimamente desprovido do pudor mais nanico.

 

Vídeo mostra a verdadeira aula que é dada como orientação para que outros servidores do 36 burlem a enquete e favorecendo a "panelinha". Votos demais e caráter de menos.


O "Troféu Ciades Alves", dedicado ao jornalista piracuruquense que, por pouco tempo trabalhou em Luzilândia, é um natimorto em moralidade, tudo por culpa exclusiva de pessoas que não detém do menor sendo de moralidade administrativa. Que demonstram que burlar, desde as leis de República até simples enquetes. Comportamento observado desde a campanha eleitoral, no qual o "36", o "povo do azul foi condenado" pelo judiciário, por fraudar pesquisas. Atitudes como essas são perfeitamente esperadas de quem assaltou o poder e transforma a terra de grande e homem e mulheres num cercado de famigerados inábeis.


Luzilândia sente pena da próximo a ser homenageado como imprensa de Luzilândia a carregar o título fajuta devido a grave farça. O Luzilândia.net não compactua nem corre o risco, pelos méritos naturais de 28.865 acessos distintos todo dia, de ser tão vilipediado com tal homenagem inconveniente e pervertida.
Não se pode esperar nada sério de uma prefeitura que só se pauta no engodo ao seu povo, na humilhação da sua gente e no escárnio à imprensa em oferecer um troféu cuja escolha envolve as mais sórdidas falcatruas. Respeite mais, Caçambeiro!


A PML também é muda com seus chefes.

Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Blue Green Red Radian
Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family