wrapper

Plantão

Em informações prestadas ao Tribunal de Contas da União (TCU), que investigou as suspeitas, o prefeito Ronaldo Gomes informou que o veículo estaria em viagem para Teresina na mesma data em que o carro foi flagrado em Goiás e em Brasília
Na sexta-feira (11) da semana passada, em sessão na Câmara Municipal, o vereador Fernando Aguiar fêz uma denúncia grave contra a Administração do prefeito de Luzilândia, Ronaldo Gomes.
 
O vereador questionou o uso indevido de veículos adquiridos pelo Fundo Municipal de Saúde, comprados através de emenda parlamentar do deputado federal Paes Landim. Na sessão, o vereador luzilandense apresentou duas multas em um desses veículos que foi localizado trafegando no Estado de Goiás e em Brasília.
 
Em informações prestadas ao Tribunal de Contas da União (TCU), que investiga suspeitas de desvio de finalidade, o prefeito Ronaldo Gomes informou que o veículo estaria em viagem para Teresina na mesma data em que o carro foi flagrado trafegando em Goiás e em Brasília. O documento da multa do DNIT indica o Município de Formosa, em 09 de abril de 2018. Em Brasília, em 29 de março de 2018, com valores de R$ 195,23 e R$ 880,41, respectivamente.
 
O Município de Formosa, em Goiás, é conhecido pela exuberante pecuária. São inúmeras as fazendas de criação de gado. Região onde muitas gangs e muitos investigados pela Polícia Federal vão "desovar" os recursos públicos da corrupção e da propina, comprando gado e fazendas, e colocando em nome de "laranjas", de terceiros e de familiares (se investigar a Polícia Federal descobre os reais motivos do veículo circular em outro estado e no Distrito Federal).
 
Em Formosa, Goiás, o veículo TORO, de cor branca, Placa OED-3991, de propriedade do Fundo de Saúde de Luzilândia, foi flagrado na BR-020, trafegando apenas com 64,8 km. Em Brasília, na mesma BR-020, o veículo trafegava a 57,9 km. Um detalhe: o veículo saiu de Brasília para Formosa, em Goías. Isso porque em Brasilía ele foi multado no dia 29 de março de 2018. E em Goiás, no dia 09 de abril de 2018. O veículo passou pelo menos 11 (onze) dias fora do Estado do Piauí trafegando na região do Planalto Central.
 
A denúcia é gravíssima, porque o veículo pertence ao FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE, que recebe recursos do Governo Federal para investimentos em Saúde Pública em todo o país.
 
Gangue do Parambu
 
Desde 2017 que a Controladoria-Geral da União, o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público Federal investigam desvios de recursos públicos federais envolvendo a "Gangue do Parambu", que tem raízes nos municípios de Prata e Novo Oriente, no Estado do Piauí (Parambu é um município do Ceará que extrema com o Piauí e influenciava corruptos). Hoje, tem, inclusive, ramificações com pessoas residentes em Santana e São Bernardo-Ma.
 
Em 2013, quando surgiram as primeiras denúncias de desvios de recursos públicos no transporte escolar, o Município de Prata do Piauí e o Município de Novo Oriente do Piauí eram administrados por filiados ao PTC (um dos prefeitos é, hoje, candidato a deputado federal), mesmo partido político do deputado estadual Evaldo Gomes e do prefeito de Luzilândia, Ronaldo Gomes.
 
Com a descoberta do veículo da Secretaria Municipal de Saúde de Luzilândia em trânsito no Estado de Goiás e em Brasília, as suspeitas recaem sobre ramificações da "Gangue do Parambu" e o veículo poderia ter sido usado por pessoas estranhas ao Município de Luzilândia. Ou a serviço delas.
 
Nesta quarta-feira (16), o Ministério Público Federal em Teresina foi informado sobre a grave denúncia, através de uma "Notícia de Fato" (nº 20180061357). E deverá abrir uma investigação pela Polícia Federal.
 
Fonte: JL/Ivo Júnior
Template Settings

Color

For each color, the params below will give default values
Blue Green Red Radian
Select menu
Google Font
Body Font-size
Body Font-family