Dentista acusada de racismo é presa novamente após novas ameaças

A dentista Delzuíte Ribeiro de Macedo foi presa novamente nesta quinta(07) em cumprimento a um mandado de prisão preventiva do juiz Carlos Alberto Bezerra Chagas, da comarca de São Raimundo Nonato (a 500 km de Teresina). Ela é acusada de racismo e já foi presa pelo crime, mas continuaria praticando, após conseguir responder o processo em liberdade.

Na decisão, o magistrado manda que Delzuíte seja presa, porque ela continua realizando “ameaças contra a vítima e seus familiares quando já tinha conhecimento da decisão judicial que aplicou as suso referidas medidas”, justifica no mandado.

O juiz determina ainda que ela seja imediatamente transferida para a Penitenciária Feminina de Teresina. Ela deve ser recambiada ainda nesta quinta(07).

A dentista foi presa em São Raimundo Nonato, numa operação desenvolvida pela Delegacia Regional de São Raimundo Nonato, Delegacia de Canto do Buriti, Núcleo de Inteligência da SSP e Gerência de Polícia Especializada.

“A liberdade concedida tinha algumas restrições como não manter contato com as vítimas, mas houve a informação de que ela continuava mandando mensagens ameaçadoras para as vítimas. Ela também não estava sendo encontrada para ser citada, em razão disso, o poder judiciário decretou novamente a prisão, que hoje a Polícia Civil conseguiu cumprir esse mandado e ela está sendo trazida para Teresina. A previsão de chegada é hoje à noite”, informou o delegado geral Luccy Keiko, que revelou ainda que há novos antecedentes no estado de São Paulo.

Caroline Oliveira
Com informações da Polícia Civil do Piauí
carolineoliveira@cidadeverde.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.