Com dinheiro Prefeitura deve regularizar salários até quarta-feira, dia 13.

Exclusivo: Com dinheiro em caixa Prefeitura deve regularizar salários e fornecedores até quarta-feira, dia 13.

Informações divulgadas na manhã desta sexta-feira, dia 8, revelam que o tempo de calote da Prefeitura de Luzilândia para com os servidores e fornecedores chegou ao fim. É que extratos bancários demonstram que o caixa da prefeitura está abarrotado de dinheiro, mais do que suficiente para cumprir todos os compromissos legais e morais.

“Como é o prefeito é gente honesta, trabalhadora, avessa ao calote e à pilantragem, acredito que até quarta-feira, dia 13, ele deverá saldar as dívidas com os servidores da prefeitura e a grande quantidade de fornecedores do município. Portanto, eu mesmo irei lá receber meu dinheiro cedo da manhã”, diz um comerciante da cidade ao Luzilândia.net.

E o senhor F.A.F tem razão, só nesta sexta-feira, dia 8, caiu nos cofres da Prefeitura Municipal de Luzilândia a astronômica soma de R$ 1.240.037,46 (Um milhão, duzentos e quarenta mil reais, trinta e sete reais e quarenta e seis centavos), só de Fundo de Participação do Município (FPM), suficiente para honrar as obrigações.

Outros R$ 1.286.177, 08 ( Um milhão, duzentos e oitenta e seis mil, cento e setenta e sete reais e oito centavos), estratosférico, foi depositado caiu na conta do Fundeb há cerca de uma semana, dia 31 de janeiro, oportunidade surgida para prefeito de Luzilândia, Ronaldo Caçambeiro pagar o 13o Salários do servidores da educação que está em atraso e também os contratados que estão há 5 meses estão sem receber seus vencimentos.

“Senhor Prefeito Ronaldo Gomes tenha misericórdia do povo de Luzilândia e cumpra o que a lei determina já que tem recursos suficientes para isso”, implora uma rede social.

Fontes ouvidas pelo Luzilândia.net garante que até quarta-feira as pessoas irão receber seus dinheiros. “Quarta-feira é o dia que o prefeito Caçambeiro irá atualizar os salários e cumprir com todas as obrigações já que dinheiro em caixa tem mais do que suficiente”, revela dona Anira Costa, cidadã luzilandense.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.