“Governo vai endurecer com empresas terceirizadas”, diz governador

O governador Wellington Dias falou sobre o atraso no pagamento de servidores terceirizados. Ele afirma que vai “endurecer” as regras para que as empresas repassem o pagamento para a fila de servidores. As declarações foram dadas durante entrega de qeuipamentos no Hospital Getúlio Vargas (HGV), onde alguns terceirizados protestaram contra o atraso de quatro meses de salários.

Segundo Wellington Dias, em reunião realizada, o governo chegou em acordo para negociar a dívida com as empresas.

“A Secretaria de Fazenda e Saúde fizeram uma negociação com as empresas terceirizadas e agora vamos endurecer com essas empresas. Exigimos que aquilo que o governador esteja repassando para as empresas possa ser repassado para os funcionários, os prestadores de serviço. Da mesma forma estamos tendo um procedimento em que trazemos para a saúde a parte relacionada às residências onde temos um formato de recursos não contigenciados. Condições de garantir nas três unidades hospitalares do Estado a condição de regularidade e bons resultados”, afirmou.

Wellington também falou sobre a possibilidade de manter a Fundação Hospitalar.

“Sobre a Fundação Hospitalar, autorizamos as condições de encerramento, mas estamos analisando. Se tivermos uma alternativa para uma interpretação da Receita Federal que passou a tratar a Fundação como empresa. Isso terminou elevando o custo de pagamentos para mais 30%. Isso precisa ser revisto. Tem uma chance do Congresso Nacional fazer uma alteração. Isso com todos os Estados no ano de 2018”, disse.

O deputado Pablo Santos (MDB) pede a manutenção da pasta.

“Se tiver uma revisão poderemos repensar, mas a princípio estou mandando para a Assembleia já no sentindo de encerramento”, destacou o governador.

“Pablo acompanha e sabe da situação de cortar despesas. Buscamos fazer isso sem prejudicar serviços. Essa decisão depende de uma ação do Congresso Nacional”, afirmou.

Lídia Brito
redacao@cidadeverde.com

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.