Tribunal acata denúncia e Caçambeiro pode devolver salários como prefeito

Antes mesmo de assumir o encargo de funcionário do povo, como prefeito, o então presidente da Câmara Municipal de Luzilândia, Ronaldo Caçambeiro, aumentou o que seria seu próprio salário, quando assumisse em 1ª de janeiro subsequente à sua sua eleição. E assim o fez. Ocorre que o advogado, Dr. Gilberto de Simone, ajuizou, perante o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE – PI), um procedimento para barrar a conduta do gestor “sabidinho”.

O tribunal, neste semana, acatou a denúncia proposta em face do Prefeito Ronaldo Caçambeiro pelo fato de ter aumentado o próprio salário depois de ter ganhado a eleição enquanto ele era Presidente da Câmara. No julgamento, o gestor terá que devolver tudo que recebeu indevidamente causando prejuízo pro município de Luzilândia, mais uma página negra do que se vislumbra ser “a pior gestão que a cidade já teve”, afirma perfil de rede social.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.