Famílias são retiradas de residências por risco de alagamento em Luzilândia

Na tarde desse sábado (6), o Rio Parnaiba atingiu 5,8 metros acima do nível normal, e famílias tiveram que ser retiradas de suas residências em Luzilândia, a 250 quilômetros de Teresina.

Até às 19h de ontem, a força tarefa informa que foram vistoriadas 27 residências para constatar a segurança dos moradores, sendo feita a retirada de famílias de áreas de risco.

Nas próximas horas, mais famílias ribeirinhas irão ser removidas, onde homens da Polícia Militar também ajudarão na ação da retirada dos desalojados.

As famílias estão sendo deslocadas para abrigos e para casas de parentes.


Região conhecida como Lagoa do Cajueiro em Luzilândia

Na cidade, os bairros Coroa, Cajueirão, Itararé I e II, Igarapé, e Avenida Porto Alegre estão sendo monitorados e visitados pelas equipes que compõem a força tarefa no município. Na zona rural já foram visitadas também as localidades Ilha do Capeta e Suruéga, locais isolados pelas cheias do Parnaíba.

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) abriu duas comportas da Barragem de Boa Esperança. Cerca de 200m³/S estão sendo liberados desde às 12h deste domingo. O procedimento é considerado normal em virtude do reservatório está se aproximando da capacidade máxima de armazenamento, 87.44%.

Segundo a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), a abertura das comportas não significa risco de enchente para as cidades. Com o nível do rio Poti baixando, localidades que ficam abaixo de Teresina não devem sentir tanto.

A preocupação no momento é com Luzilândia, onde o Rio Parnaíba atingiu cota de inundação por conta do grande volume de água do Rio Poti. No município, cerca de 19 famílias foram removidas de suas casas. Há localidades na zona Rural isoladas.

A água liberada neste domingo em Boa Esperança só deve chegar a Teresina, por exemplo, em 48 horas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.