Joguete: Prefeito diz que CPI é para beneficiar Jaqueline Aguiar

Em entrevista à Rádio Vale do Parnaíba neste sábado (08), o prefeito de Luzilândia, Ronaldo Gomes, disse que o pedido de CPI aprovado pela Câmara Municipal é apenas por interesses políticos para beneficiar a vice-prefeita Jackeline Aguiar, prima do ex-deputado Ismar Marques e irmã do vereador Fernando Aguiar, um dos vereadores que aprovou o pedido de CPI.

O prefeito disse também que desde 2017 vem sofrendo pressões políticas por parte dos próprios aliados, que tantam “engessar” a Administração dele como prefeito de Luzilândia para se beneficiarem.

Quando à CPI, o prefeito Ronaldo Gomes disse não temer qualquer investigação. “A questão desses vereadores estarem dizendo isso, eles estavam querendo era ser beneficiados. Como não fiz, eles foram se afastando de mim” – disse o prefeito. O prefeito declarou ainda que deve mesmo satisfação é para a sociedade. E que os valores recebidos no dia 20 de cada mês não tem condições para repassar para a Câmara. E que os repasses são feitos apenas com atrasos.

Perguntado se enfrenta algumas denúncias por parte dos vereadores, o prefeito disse que a questão da denúncia pela falta de médicos se deve à saída dos cubanos. Mas, que conseguiu quatro médicos. Quanto aos medicamentos vencidos no município, colocando em risco a saúde da população, outra denúncia dos vereadores, o prefeito disse que tomou conhecimento do fato apenas nesta sexta-feira (07), justamente na hora da votação da CPI na Câmara Municipal.

Sobre a CPI, o prefeito de Luzilândia finalizou: “Estou tranquilo quanto à situação para prestar todas as informações dos repasses da Prefeitura para a Câmara. Se houver algum atraso, vamos procurar os poderes. Essa CPI é só para apuar os fatos dos repasses. A CPI não é para cassar o prefeito, como espalharam na cidade. E os vereadores todo dia 30 recebem seus salários. O que os vereadores querem é colocar a população contra o prefeito. Desde 2017 eles estão querendo fazer isso comigo e não conseguem”.

Em sua despedida na entrevista, o prefeito disse que vai conversar com o ex-deputado Ismar Marques para usar a rádio para informar a população. Ou buscar outra rádio para se comunicar com o povo. O ex-parlamentar é do grupo político da vice-prefeita de Luzilândia, Jackeline Aguiar, hoje, rompido com o grupo político do prefeito Ronaldo Gomes.

Fonte: JL/Redação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.