Site denuncia escândalo na saúde de Joca Marques

O site de cunho jornalistico Rio Parnaíba, publicou o que seria sérias suspeitas de um suposto escândalo relacionado a recursos da saúde, no município de Joca Marques, 17km de Luzilândia. O administrador da cidade é Edilberto Filho, conhecido como Betão. Veja o que o site rioparnaiba.com publicou em relação ao caso:

Em Joca Marques o descontrole político – administrativo é total, parece que a corrupção respira alto, principalmente na área da saúde pública. Na data de hoje, ( 09/ 10), nosso portal recebeu uma grave denúncia por meio de informações e documentos, com relação a recursos do fundo de recursos do SUS, através do governo do estado do Piauí.

Vários detalhamentos de empenho no portal de transparência da APPM, ( Associação piauiense de municípios), entre os anos de 2017 e 2019, gestão que tem à frete o prefeito Betão, dão conta de uma fortuna repassada em valores, para a secretaria municipal de saúde daquele município. Mas, este não é o problema, e sim, sua aplicação.

E também para serviços prestados por servidores, como também para atendimentos na área.

Os detalhamentos apontam vários nomes e serviços, que segundo à denúncia não existem na prática. Estas pessoas, teriam supostamente alugado veículos para a saúde do município, só que estes veículos não seriam identificados nas atividades citadas.

Outros, seriam prestadores de serviços no município, porém uns não supostamente não exerce função no mesmo, alguns moram em Luzilândia, exercendo lá junto ao governo do estado e outros em Teresina.

Entre os nomes citados estão:

Antônio Dos Reis Azevedo Neto, que seria assessor técnico de gabinete do atual prefeito Betão. Antônio dos Reis Azevedo Neto para exercer o cargo, recebe à quantia de R$ 5.000.00 por mês, de janeiro a junho de 2019, já recebeu o montante de R$ 36.000.00.

Segundo à denúncia, Antônio Dos Reis Azevedo Neto, não exerce função em Joca Marques, o mesmo mora em Teresina, e é um dos assessores da deputada Janaína Marques, irmã do prefeito Betão.

Outro nome nos documentos, é Alex Carvalho Alves, este na verdade prestaram serviços no hospital estadual Gerson Castelo Branco de Luzilândia, mas recebe em Joca Marques por mês R$ 1.707.00, pela locação de veículos para transporte de pessoas doentes à Teresina, só em 2018, o mesmo recebeu um total de R$ 20.462.00.

A gravidade do problema aumenta, está também na relação a suposta locatária, Gloriemarta Sousa Morais, que segundo os detalhamentos, teria a mesma, veículos alugados para transportar a equipe do Programa Saúde da Família (PSF) para o povoado chapada do Pinto, e outros, para transportar pessoas doentes para Teresina. A mesma recebe por mês segundo os detalhamentos, três vencimentos diferentes, R$1.264.000, R$ 2.126.00, R$ 2.240.00. Apenas entre os anos de 2017 e 2018, Gloriemarta recebeu o valor de R$ 94.119.00.

E a brincadeira continua:

Citado nos detalhamentos como locador de veículos, está também o motorista da ex – secretária de saúde e atual vice – prefeita da cidade, Dra. Fernanda Marques, irmã do prefeito Betão. Trata – se de Kleiton Pereira Prado, o motorista da vice – prefeita, também recebe três valores diferentes, R$ 1.115.00, R$ 2.240.00, R$ 3.500.00. Só em 2019 somou um total de R$ 26.679.00.

Estes são apenas alguns dos nomes, muitos outros podem serem observados nos detalhamentos abaixo em anexo. Todos residentes em outros municípios, no caso Luzilândia e Teresina, onde já exercem função , e todos ligados ao grupo político do prefeito de Joca Marques, Eriberto Marques Filho, (Betão).

Uma verdadeira lambança com o dinheiro público que deve ser fiscalizada.

Há muito mais coisas estranhas segundo os documentos no portal de transparência da APPM.

Nos documentos, o hospital Dr. Geraldo Pinto, recebe alguns destes recursos como para tratamento odontológico, sendo tratado como UBS – unidade básica de saúde.

Onde estariam estes
veículos?
Quais seriam suas placas?
Onde estariam os prestadores de serviços e os serviços, também os atendimentos?

ONDE ESTÃO OS VEREADORES DE OPOSIÇÃO?

Se somados todos os valores durante tanto tempo, sendo que ainda existem alguns que recebem duas vezes por mês de acordo com os detalhamentos, se chegaria a uma fortuna gigante.

A administração pública de Joca Marques tem sido alvo de muitas situações complicadas. A mesma tem a frente o prefeito Eriberto Marques Filho, ( Betão), e sua irmã, a vice – prefeita Dra. Fernanda Marques.

O site procurou os citados mas, não teve êxito.

Segue abaixo os detalhamentos de empenho para a comprovação do assunto.

O Portal Norte Piauí deixa o espaço aberto para os citados se manifestar sobre o assunto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.