Take a fresh look at your lifestyle.

Ismar Marques chama deputados e prefeito de Luzilândia de ‘vagabundos’

Abandonado pelos primos Fernando Aguiar e Carlos Alberto Garcia, vereadores, que, hoje, estão apoiando a candidatura de Fernanda Marques e a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes, respectivamente, o ex-deputado fez duras críticas ao comportamento de todos os vereadores da Câmara Municipal de Luzilândia sobre a questão da água controlada pela Agespisa

A
pós falar sobre a morte de uma pessoa pela polícia militar ao tentar ultrapassar uma barreira entre os municípios de Luzilândia, pelo Piauí, e São Bernardo, pelo Maranhão, em entrevista à rádio Vale do Paranaíba, neste sábado (09), o ex-deputado Ismar Marques chamou os deputados que representam Luzilândia na Assembléia Legislativa do Estado e o prefeito do município de vagabundos. “Vagabundos!”… “Vagabundos!” – repetiu a expressão de baixo calão.

Quase que aos gritos, Ismar Marques demonstrou indignação com a atitude dos policiais que participaram da barreira na ponte que liga os municípios de Luzilândia e São Bernardo. Disse que as pessoas amigas e parentes que vieram para o velório da mãe dele, ocorrido recentemente, foram impedidas de ultrapassar a barreira policial. Em virtude do fato, o ex-parlamentar criticou a polícia, desafiou o comandante da Companhia Militar de Luzilândia e classificou os representantes do município e o prefeito como “vagabundos”.

“Vocês vão ver o diabo sair da garrafa, vagabundos, vagabundos,…” Ameaçou Ismar Marques com descontrole emocional batendo na mesa do estúdio da rádio. Político de Luzilândia que anda “ensabuando” o rosto vai se ver comigo, não vai enganar mais o povo de Luzilândia – desafiou para a “briga”.

Entre os deputados chamados de “vagabundos” pelo ex-deputado e que representam o Município de Luzilândia na Assembleia Legislativa do Estado, incluem-se Themístocles Filho, Evaldo Gomes e Janainna Marques como os mais votados na eleição passada. Outros também foram votados e se consideram também representantes.

Ismar Marques disse ainda que deixou a política estadual e agora se engajou na municipal. “Vocês vão ver, cambadas” – ameaçou. Em outras entrevistas, ele se lançou pré-candidato a prefeito de Luzilândia. Disse na época que ficou só, mas vai assim mesmo “sozinho para a campanha eleitoral com os jovens”.

Abandonado pelos primos Fernando Aguiar e Carlos Alberto Garcia, o “Cabeto”, vereadores do município, que, hoje, estão apoiando a candidatura de Fernanda Marques e a reeleição do prefeito Ronaldo Gomes, respectivamente, e pela vereadora Morgana Marques, cunhada dele, que apoia também a reeleição do prefeito, o ex-deputado fez duras críticas ao comportamento de todos os vereadores da Câmara Municipal de Luzilândia sobre a questão da água controlada pela Agespisa.

Na verdade, sem escolher cara e nem parentesco, Ismar Marques “esculhambou” com os vereadores de Luzilândia várias vezes durante o programa.

O ex-deputado disse ainda que “o povo tem medo” e ele mesmo vai entrar com uma ação judicial para “botar a Agespisa nos eixos” – desafiou. Em tom ameaçador, disse ainda que a direção da “Agespisa não quer saber”, “os deputados não querem saber” e “o prefeito não quer saber” sobre esses problemas da água. Ele avisou que vai passar uma procuração ao advogado que estava presente ao seu lado na entrevista para processar na Justiça a Agespisa.

Durante a entrevista foram usadas mensagens gravadas para elogiar o ex-deputado e criticar principalmente o prefeito de Luzilândia.

Em tom ameaçador, no final da entrevista o ex-deputado disse que quando “se zanga” perde o controle, querendo demonstrar ser “homem valente” e deixando uma mensagem de “homem brigador”.

Fonte: JL

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.