IBGE: desemprego sobe e atinge 13,2 milhões de brasileiros

No trimestre encerrado em abril de 2019, a taxa de desocupação ficou em 12,5%. Isso significa uma alta de 0,5 ponto percentual em relação ao trimestre de novembro de 2018 a janeiro de 2019, quando a taxa havia ficado em 12,0%. Na comparação com o trimestre de fevereiro a abril de 2018, a taxa caiu 0,4%.

PUBLICIDADE

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Mais números

  • População desocupada: 13,2 milhões de pessoas.

Variou 4,4% (mais 552 mil pessoas) frente ao trimestre anterior.

  • População ocupada: 92,4 milhões de pessoas.

Ficou estável na comparação com o trimestre anterior (92,3 milhões de pessoas).

  • População fora da força de trabalho: 65 milhões de pessoas

Permaneceu estável frente ao trimestre de novembro de 2018 a janeiro de 2019 (65,3 milhões de pessoas).

  • Taxa de subutilização da força de trabalho: 24,9%

Subiu 0,7 p.p. em relação ao trimestre de novembro de 2018 a janeiro de 2019 (24,2%).

  • População subutilizada: 28,4 milhões de pessoas

É recorde da série histórica iniciada em 2012, com alta em ambas as comparações: 3,9% (mais 1.063 mil pessoas) frente ao trimestre anterior (27,3 milhões de pessoas) e 3,7% (mais 1.001 mil pessoas) no confronto com igual trimestre de 2018 (27,4 milhões de pessoas).

O rendimento médio real habitual ficou estável em R$ 2.295.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.