Moro é denunciado pela própria Lava Jato

À s vésperas do julgamento de Sergio Moro no STF pela acusação de parcialidade na condução dos processos contra Lula, os próprios procuradores da Lava Jato testemunham que o ex-juiz agiu politicamente contra o ex-presidente.


Reportagem da Folha de SP deste domingo 24 de novembro mostra que em março de 2016, dois dias após Sergio Moro suspender o sigilo das investigações da Lava Jato contra o ex-presidente Lula, a procuradora Anna Carolina Resende, que atuava junto ao então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu à força-tarefa da Lava Jato dados sobre outros em que Moro tivesse dado publicidade a dados sigilosos.

Confira os diálogos

18.mar.2016

Anna Carolina Resende

12:45:30 pessoal, com relação à decisão de levantamento de sigilo de moro, será que vcs conseguiem levantar as decisões semelhantes dele envolvendo interceptação

12:45:43 ?

12:46:11 só para demonstrarmos que ele nao agiu fora da curva nesse caso específico

Paulo Roberto Galvão

12:46:36 Carol, vou pedir p o pessoal olhar

Anna Carolina

12:47:17 acho que essa é uma frente que ainda não foi explorada de defesa do ato

Segundo o relato do Intercept, o procurador Paulo Roberto Galvão, naquele momento, pediu que duas estagiárias da Lava Jato pesquisassem outras decisões de Moro que mostrassem que ele agiu contra Lula como agia em qualquer outro caso.

Galvão

13:03:04 Pessoal, posso pedir p as meninas pesquisarem isso? […]

Estagiária 1

13:07:29 Pode deixar que vemos isso, Dr

13:09:16 Porém, já aviso que eu e a […] demos uma olhada em outros casos ontem e nenhum deles tem sigilo nível 0. Todos são nível 1. Ademais, nunca há juntada dos áudios no processo, apenas dos relatórios

13:09:35 Então não sei até que ponto será útil ou benéfico usar as decisões

Estagiária 2

13:12:22 Pelo que levantamos ontem, só no caso das empreiteiras é que o Moro baixou totalmente o sigilo (para 0).

CITAÇÕES DA ESTAGIÁRIA

Sigilo nível 0 Processos abertos a consulta pública na internet, com chave numérica fornecida pela Justiça Federal

Sigilo nível 1 Processos abertos apenas para advogados dos investigados

Uma hora depois, o procurador Galvão encaminhou a Anna Carolina o levantamento feito pelas estagiárias da força-tarefa.

Galvão

14:10:47 Segue o que encontramos:

14:10:47 1. Decisão de levantamento de sigilo deferida no BA da primeira fase, com as certidões de levantamento de sigilo da interceptação do Chater, do AY e da Nelma

Segue-se, então, a postagem de vários arquivos com outras atuações de Moro. O resultado não atende às expectativas de subsídios para livrar Moro de acusações de ter fugido à regra ao divulgar dados sigilosos e conversas envolvendo a presidente da República. A procuradora que queria ajudar Moro agradece, satisfeita, mas o procurador Galvão diz que não é bem assim…

Anna Carolina

14:14:57 Excelente

Galvão

14:17:48 tem que dar uma olhada pq parece que o grau de levantamento do sigilo não é sempre igual mesmo

Os procuradores da Lava Jato, entao, criticaram reportagem da Folha de SP informando que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, dera seu aval à divulgação dos telefonemas de Lula e voltaram a discutir o assunto no Telegram.

Anna Carolina

15:13:35 Meninos, vi agora a notícia da Folha e acho que ela está truncada sobre o levantamento do sigilo. A matéria diz que Janot deu aval para o levantamento do sigilo. Na verdade, Janot não se opôs fosse adotado o procedimento padrão de moro em relação ao sigilo da interceptações

15:15:28 Pelella perguntou a Deltan se liberar o sigilo era o padrão ordinário de Moro e ele disse que sim. Lendo as decisões que PG me mandou não vi em nenhuma delas abertura de sigilo amplo, todas mantêm o sigilo nivel I, que impede o acesso de terceiros. Tô com receio que isso cause um enorme ruído com Janot

[…]

Anna Carolina

15:40:44 isso vai dar m… grande

17:29:59 Rapaz, pense numa decisão desastrosa

[…]

Fonte: JL/Blog da Cidadania

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.