Ismar Marques denuncia prefeito no uso de ‘laranja’

Nesta sexta-feira (13), em entrevista concedida à rádio Super Vale FM de Luzilândia, o ex-deputado estadual Ismar Marques fez contundentes críticas a prefeito no Piauí que usa “laranja” para construir prédio com o dinheiro público.

Sem citar nome, o ex-deputado lamentou que exista ainda gestor público que para desviar recursos da prefeitura usa uma forma “camuflada” de corrupção, socorrendo-se de pessoas para adquirir patrimônio de forma ilícita.

Ismar Marques aconselhou a esses gestores que, hoje, a situação do país mudou. Segundo o ex-deputado, o Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI) tem em seus quadros um policial federal aposentado com larga experiência em investigação sobre desvios de recursos públicos e que, em conjunto com a Polícia Civil e a Polícia Federal, faz constantemente rastreamento sobre desvio de dinheiro público quando o gestor usa “laranja” para enriquecer.

Segundo ainda o ex-deputado, hoje, os órgãos estaduais e federais de investigação trabalham em conjunto na apuração de situações que denotam suposto enriquecimento ilícito com dinheiro público. E construir prédio com “laranja” poderá embasar uma investigação.

Citou o recente exemplo do prefeito de Bertolínia, no Piauí, que se encontra preso, inclusive, com parentes próximos. Em Luzilândia, por exemplo, há uma informação séria de que um prédio em uma grande avenida da cidade pode ter sido construído por um “laranja”. No caso específico, o ex-deputado falou em “prédio”, no singular, reportando-se à figura de um prefeito, mas sem citar o nome do possível corrupto.

No Piauí, de acordo com Ismar Marques, todo o trabalho de investigação é realizado com a parceria entre Gaeco e Polícia Federal (PF). O objetivo é dar continuidade às apurações de irregularidades na utilização de recursos públicos, sobretudo por prefeitos municipais, disse Ismar Marques. As investigações, segundo ele, podem apontar para a prática de crimes de lavagem de dinheiro e corrupção na aquisição de bens. Porque essas irregularidades impactam de forma significativa os investimentos no município.

Fonte: JL

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.